O que é essa tal de indústria de Infoprodutos e Empreendedorismo Digital?

- by Leandro Correa Martins 0


Muita gente torce o nariz quando houve falar de infoproduto ou produto digital. Há quem diga que é pirâmide (!). Há quem diga que os números divulgados são mentira e que trabalho de afiliados é trabalho escravo (!!).
Deixe-me tentar jogar um pouco de luz sobre esse assunto.

Um infoproduto é um curso online, um ebook, um podcast, uma planilha de Excel ou qualquer outro arquivo digital que é vendido. A Amazon vende ebooks, o Portal Educação vende cursos online em vídeo aulas e o Tony Robbins vende áudios de motivação. Tudo isso é infoproduto. 

Até aí, nada de mais.


Afiliados: no mundo "off-line" seriam chamados de representantes comerciais. Pessoas que não têm vínculo empregatício e que recebem uma comissão por cada venda que fazem.
A Avon tem vendedoras de porta em porta que só recebem por comissão. A Polishop tem gente que só recebe por comissão. Imobiliárias tem gente que só recebe por comissão. A única diferença é que, ao invés do afiliado ir de porta em porta, ele faz essa venda pela internet.
Até aí, nada de mais também.

O método de vendas de infoprodutos é baseado em técnicas de marketing direto norte-americano. Primeiro selecionar e entender o público-alvo e suas dores, obter o contato de um interessado no assunto (trocando por algo gratuito), se relacionar com essa base de possíveis clientes para depois vender o produto para eles. Alguns chamam de marketing direto, outros chamam de inbound marketing, outros de marketing digital eu chamo de internet marketing. A base é a mesma, só muda a ferramenta.
Lojas vêm oferecendo coisas gratuitas para atrair clientes há séculos. É o que chamamos de "amostra grátis", lembra?

Sabe aquela menina promotora que fica dentro do supermercado oferecendo amostra grátis de um café mais encorpado ou de um novo patê? Ou aquelas moças que oferecem pretzels no shopping?

Oferecer algo gratuito para atrair clientes é algo antigo. A diferença é que agora dá para se trocar algo gratuito por um e-mail ou contato.
Isso também já foi feito por muitas empresas. Afinal, o que é um sorteio do tipo, "a cada R$500 em compras, preencha o cupom com seus dados para concorrer a um carro", que o shopping Iguatemi faz toda hora, ou "envie um SMS para o número tal e vote em que você quer que seja eliminado do BBB". 

É a mesma coisa. Oferecer algo para pegar o contato. E você achava que votar no BBB não tinha nada a ver com captação de dados para database marketing...

Enquanto estamos brincando de captura e-mails em páginas de captura, os verdadeiros gigantes estão fazendo isso de forma muito mais profissional e em escala.
Os vídeos emotivos e altamente persuasivos? Você nunca viu TV, não é mesmo? Aquelas propagandas de Doriana altamente emotivas, propaganda do McDonalds, propaganda do Fiesta...
As pessoas compram com a emoção, não com a razão. Se você for atento, conte a quantidade de gatilhos mentais que tem uma propaganda de 30' de margarina. Ou então em uma reportagem do Globo Repórter para falar de óleo de coco (cujo maior vendedor é o Mundo Verde). Será que não é o Mundo Verde que faz essas notícias acontecerem? Será?..:
Produtos muito caros? R$4.000, R$1.500, R$30.000. Absurdo, não é?

Já tentou calcular quanto custa para fazer uma joia na H.Stern e por quanto ela chega nas suas mãos? E carros? E uma calça jeans da Diesel? E você acha que conhecimento vale menos do que uma calça jeans, um carro ou uma joia? Na minha opinião os preços de alguns infoprodutos estão é muito baratos.


O que está se criando no "empreendedorismo digital" é só um remake de técnicas de vendas e marketing que estão nas nossas vidas desde o século XIX. Só que agora está acessível a qualquer mortal, não apenas restritas às grandes empresas. Qualquer um pode usar essas técnicas para vender o seu próprio conhecimento sem precisar de uma Rede Globo ou uma estrutura de custos proibitivos para o cidadão padrão.

Um dos primeiros livros sobre copywriting foi o escrito em 1928. Propagandas emotivas que não se limitam a descrever o produto começaram entre os anos 50 e 60. Marketing direto por meio de envio de catálogo para as casas dos interessados (o e-mail da época) começou em 1887.
O que a indústria de infoprodutos está fazendo é democratizar técnicas para se criar um negocio a um baixo custo e tornando acessível aquilo que ninguém sabia como fazer. Além disso, está disseminando técnicas de vendas para qualquer negócio já estabelecido que vão mudar totalmente a maneira como se fará vendas nos próximos anos.

Então, por favor, sem mais mimimi...

E para que serve o infoproduto no seu negócio? Para atrair potenciais clientes, transformá-los em leads, qualificá-los em buyers e deixar um caminho aberto para que você venda seu produto ou serviço na sequência.
O infoproduto é a etapa intermediária entre a necessidade e a compra de seu produto ou serviço.
Entenda isso. Digamos que você tenha uma imobiliária em São Paulo. Imagine lançar um ebook gratuito entitulado "Como identificar imóveis de até R$500 mil que vão valorizar entre 20% e 50% nos próximos 24 meses".

Concorda que é muito mais fácil atrair um interessado por meio de um ebook gratuito desses do que com um anúncio de "compre conosco"?.

Para receber o ebook, ele deixará o e-mail dele.
Uma vez que você atraiu um interessado - um lead - você passa para a próxima etapa: qualificar os leads em compradores ou curiosos. Você precisa investir seu tempo, energia e dinheiro em quem tem maior chance de comprar. Se não identificar corretamente quem realmente tem potencial de compra, você pode falir por gastar tempo e dinheiro demais com que não lhe trará retorno.
Para identificar os buyers, ou seja, quem tem maior probabilidade de comprar de você, basta vender algo barato. Um curso online, por exemplo, sobre "As 10 informações não divulgadas pela mídia para se comprar um imóvel de até R$500 Mil em São Paulo usando o seu FGTS e outros recursos governamentais". Um curso que poderá custar R$497.
Você concorda que o lead que comprar esse curso não é um mero curioso? É alguém que realmente está querendo investir em um imóvel? O que são R$497 para alguém que quer comprar um imóvel de R$500 mil?

Mas, para um curioso, R$497 é muito dinheiro por uma informação tão específica.


O infoproduto serve para monetizar suas ações de atração e qualificação de leads mas também serve para se tornar uma área muito lucrativa do seu negócio.

Uma vez que você identifique os buyers, você poderá dedicar muito mais esforços para vender para esse grupo é não tentar vender para curiosos.

O infoproduto pode ser um negócio por si só, mas ele se torna muito mais interessante quando há uma esteira de vários produtos depois, online e off-line. Se você consegue mesclar no seu modelo de negócios tanto produtos digitais quanto produtos físicos e serviços, terá um negócio muito mais lucrativo e sustentável.
Se você leu até aqui, parabéns Emoticon smile



Agora você tem uma nova visão desse mercado e como ele vai mudar todos os outros mercados.
Conrado Adolpho é diretor da Webliv!

Blog Sua Carreira

Leandro Correa Martins. Minha Missão é Ajudar Pessoas na utilização de ferramentas para uma Gestão inteligente, dos processos de Gestão de Pessoas (com ênfase em Gestão por Competências com Avaliação de Desempenho), através de consultoria e treinamento específico, em processos e sistemas de cargos e salários, recrutamento e seleção, treinamento e desenvolvimento. Especialista em gestão de pessoas e negócios. Fundador do Blog Sua Carreira. 20 anos de experiência no mundo corporativo em empresas do segmento bancário, consultoria de recursos humanos e tecnologia. Inscreva-se no meu canal do Youtube.
Eu também sou membro de um grupo fechado de pessoas que cria negócios lucrativos online. Quer saber mais? ==> Libertação Digital.

0 comentários:

Comente e Compartilhe com seus amigos!

...................................................................

.
.

Os Mais Lidos da Semana

Blog Sua Carreira © 2017 - Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.
© 2017 Blog Sua Carreira. WP Theme-junkie converted by BloggerTheme9
Traduzido por: Template para Blog