Entenda o que é MMN (Marketing Multinível ou Marketing de Rede)

- by Leandro Correa Martins 0


por 

Sucesso inegável no mercado dos EUA, o MMN, ou Marketing Multinível, ainda dá os primeiros passos aqui no Brasil. Por isso, quanto antes você conhecer e entender essa ferramenta, melhor.
Eis aqui, caro empreendedor, mais uma sigla para a nossa já volumosa e consistente sopa de letrinhas. Mais uma para se juntar às de 5W2HIPOKPI,SKUPDCA, e por aí vai. Mas essa se refere a um modelo comercial – a um “canal de vendas estratégico”, de acordo com este artigo do portal Gestor Atual: o marketing de rede, ou marketing multinível, mais conhecido como MMN.
O que é MMN?
Ainda que você não conheça o termo, certamente conhece exemplos de como ele é praticado. Herbalife, Natura, Amway, Mary Kay… todas essas empresas utilizam o MMN como estratégia de vendas.
Pois, de acordo com este texto do blog MMN Expert, o Marketing Multinível é exatamente isso: uma estratégia empresarial de distribuição de bens e serviços, na qual a divulgação dos produtos se dá por meio do “boca a boca” realizado por distribuidores independentes.
EM SUMA, O MMN FUNCIONA ASSIM: UMA REDE DE DISTRIBUIDORES DE UM PRODUTO OU UM SERVIÇO, ONDE CADA DISTRIBUIDOR PODERÁ RECRUTAR NOVOS DISTRIBUIDORES. AO REALIZAR ESTE TRABALHO, ELE RECEBERÁ BÔNUS.
É importante observar que se trata de uma decisão estratégica, já que este capital poderia ser utilizado em milionárias campanhas publicitárias tradicionais. E, além de indicar e vender os produtos, os distribuidores poderão sugerir outros distribuidores. Desta forma, constrói-se uma organização de escoamento de produtos com possibilidades de ganhos praticamente ilimitados.
Por que tem esse nome?
Porque o MMN permite que que uma empresa pague comissões em vários níveis de distribuição – ao contrário do “mononível”, ou o tradicional, em que o distribuidor só recebe no valor da revenda dos produtos.
No caso do MMN, o “marketing” implica o trabalho de venda de um produto ou serviço a ser realizado pelo distribuidor que entra no negócio; e o “multinível” é a forma como este distribuidor será remunerado.
Um exemplo prático de como a coisa funciona (ainda de acordo com o texto do MMN Expert): imagine que você se interesse em ingressar no MMN de uma empresa. Então, ao se cadastrar, você se encarregará de construir uma organização através de seu trabalho de marketing. E o movimento de produtos realizado por meio dessa organização hierarquizada em vários níveis é o que vai gerar os bônus que você receberá da empresa. Ou seja, as pessoas que você indicar serão seu primeiro nível; as pessoas indicadas por quem você indicou serão seu segundo nível, e assim por diante.
Por que é tão importante conhecer o MMN?
Porque se trata de uma poderosíssima estratégia de vendas para muitas empresas. Para você ter uma ideia, o MMN já responde por 96,7% dos US$ 32,18 bilhões de faturamento do setor de vendas diretas nos Estados Unidos (os dados são do DSA – Direct Selling Association).
No Brasil, embora a prática ainda não seja tão difundida, o crescimento do setor é notável: de acordo com o último levantamento realizado pela ABEVD (Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas), o MMN vem crescendo a uma média de 18% ao ano.
Aqui vão alguns outros dados que indicam a relevância do MMN no mercado atual:
• De cada oito lares americanos, pelo menos um desenvolve uma atividade de MMN;
• Universidades Americanas já oferecem cursos de Marketing Multinível em suas grades curriculares; e
• Nos Estados Unidos, gigantes como Coca-cola, Colgate Palmolive, Citibank e outras, ou têm suas próprias divisões de Marketing Multinível, ou se utilizam da estrutura de empresas do setor para escoar algumas de suas linhas de produtos com características pertinentes a esse sistema de vendas.
MMN é o mesmo que pirâmide financeira?
Não; na verdade, as duas práticas se aproximam somente pela promessa de retornos rápidos e volumosos. Porém, a pirâmide financeira é um esquema ilegal que redistribui uma determinada quantia de dinheiro – e geralmente o redistribui de um grande grupo de pessoas a um grupo menor.
Geralmente não há produto ou serviço envolvido: o esquema só funciona quando há novos investidores. Pois, em uma pirâmide, deve-se pagar para entrar no negócio, e é o dinheiro dessas pessoas que nele ingressam que remunera as que já estão lá.
E quando não há novos investidores, não se pode cobrir os retornos, e a atividade entra em colapso. O caso mais famoso é o do americano Bernard Madoff, que tinha uma corretora que pagava juros a clientes antigos com dinheiro de clientes mais novos.
Ora, isso é diferente do conceito de MMN. No segundo caso, existe um produto real, que sustenta o negócio. O sistema de marketing multinível é apenas uma das formas de remunerar os revendedores, já que eles ganham não somente em função do que vendem, mas da captação de novos vendedores formando uma rede.
E no Brasil?
Aqui, a ABEVD é o órgão responsável por sugerir as boas práticas ao setor. E adotou, como referência, o código de conduta da World Federation Direct Selling Association (WFDSA).
Embora se considere que o país ainda está dando os passos iniciais na questão do MMN, já é possível perceber um crescimento exponencial do setor. Em 2013, dos 166 bilhões de dólares movimentados em todo o mundo com vendas diretas, o país respondeu por 38,8 bilhões, ficando em quarto lugar do ranking, de acordo com a ABEVD.
A prova de que este crescimento continuará é que, além da atuação das gigantes do setor, como Natura, Herbalife, Mary Kay e Amway, outras empresas estão entrando no mercado com significativo êxito, como a marca de cosméticos Jequiti.
Ao olharmos para a Natura, por exemplo, conseguimos entender porque a prática vem ganhando tantos adeptos no Brasil. Ao trabalhar por meio do MMN, a empresa se tornou líder em vendas diretas no país, com 63 milhões de consumidores. Porque se trata de um modelo sólido, em que mais distribuidores implicam mais produtos vendidos – e receita que garante os bônus para novas indicações. 
É ou não é um negócio promissor?

Blog Sua Carreira

Leandro Correa Martins. Minha Missão é Ajudar Pessoas na utilização de ferramentas para uma Gestão inteligente, dos processos de Gestão de Pessoas (com ênfase em Gestão por Competências com Avaliação de Desempenho), através de consultoria e treinamento específico, em processos e sistemas de cargos e salários, recrutamento e seleção, treinamento e desenvolvimento. Especialista em gestão de pessoas e negócios. Fundador do Blog Sua Carreira. 20 anos de experiência no mundo corporativo em empresas do segmento bancário, consultoria de recursos humanos e tecnologia. Inscreva-se no meu canal do Youtube.
Eu também sou membro de um grupo fechado de pessoas que cria negócios lucrativos online. Quer saber mais? ==> Libertação Digital.

0 comentários:

Comente e Compartilhe com seus amigos!

...................................................................

.
.

Os Mais Lidos da Semana

Blog Sua Carreira © 2017 - Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.
© 2017 Blog Sua Carreira. WP Theme-junkie converted by BloggerTheme9
Traduzido por: Template para Blog