NINGUÉM QUER VOLTAR PARA O ESCRITÓRIO


 

PRESENCIAL, HÍBRIDO OU HOME OFFICE: QUAL O MELHOR MODELO PÓS-PANDEMIA?

A última semana foi polêmica: Elon Musk, em um e-mail, deu o ultimato: ou volta para o escritório ou saia da Tesla. O assunto repercutiu no noticiário mundial e levantou a questão: qual é o modelo ideal de trabalho no pós-pandemia? 🤔

nazare

(Crédito: Giphy)

Eu até poderia trazer uma resposta padrão, mas a verdade é que não existe fórmula mágica. As empresas ainda estão descobrindo qual modelo funciona melhor para o negócio. Cada caso é um caso.


Por exemplo, big techs como Apple Google estão testando o modelo de trabalho híbrido e, em alguns casos, investindo bilhões na construção de novos escritórios💸 Já o Airbnb acredita que o home office total é a melhor solução.

    Entenda 🔎

    O fato é que a pandemia de coronavírus reformulou totalmente a forma como empresas e funcionários enxergam o mercado de trabalho. Lembra que foi preciso que muitas companhias se adaptassem ao teletrabalho às pressas? 💭

     

    Pois bem, a maioria dos profissionais gostaram da ideia: 70% disseram que não gostariam de voltar para o presencial, de acordo com uma pesquisa feita pela Bare International. 👀

    560 (2)

    (Crédito imagem: Unsplash)

    Os motivos? O preço da gasolina em alta; a tarifa de transporte mais cara; entre outros. Além disso, à medida em que os casos de contaminação foram diminuindo e o modelo presencial e híbrido começaram a ganhar espaço no mundo business, uma nova preocupação surgiu: a Síndrome de Forto.

     

    O que significa Síndrome de Forto? Fear of returning to the office, em português significa “medo de retornar ao trabalho”. É quando as pessoas desenvolvem ansiedade e estresse só de pensar em voltar a trabalhar no presencial. Vale destacar que não é grave e não foi listada na OMS.

     

    Mas por que precisamos falar sobre isso? Estamos na era do Great Resignation, onde muitas pessoas pedem demissão por não se sentirem conectadas aos princípios, às práticas e ao modelo de negócio

     

    Por isso, é importante ficar por dentro dos movimentos para não deixar de atrair e reter talentos. Afinal, flexibilidade no trabalho é um dos fatores importantíssimos para funcionários permanecerem na companhia, segundo um estudo feito pela Blue Management Institute (BMI). E cuidar da saúde mental também.

    O que fazer? 🤯

    ideia

    (Crédito: Giphy)

    Você deve estar pensando: “ok, mas como devo lidar com essa mudança?”


    O primeiro passo é: ouça os seus funcionários. Em um momento de disputa por talentos, a opinião deles deve ser considerada.

     

    E podemos aprender com a Apple, viu? A empresa tentou implementar o formato híbrido com a exigência de pelo menos 3 dias específicos no escritório. Mas foi um auê. Os funcionários questionaram a medida e não deu outra: a companhia voltou atrás.


    Já o Airbnb, como falei no começo da news, adotou o home office total. O motivo? Ir ao encontro do propósito da empresa, que acredita que o futuro é de nômade digital. E a título de curiosidade, Brian Chesky, CEO da plataforma, virou nômade digital nas próprias casas do Airbnb. 😉

    Resumindo 📝

    O mercado de trabalho mudou com a chegada da pandemia de Coronavírus. Por isso, é importante avaliar a empresa, a cultura, a opinião dos funcionários sobre o melhor modelo: presencial, híbrido ou home office. Afinal, essa escolha faz parte da estratégia em atrair e reter os talentos ideais para a sua companhia.

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Comente e Compartilhe com seus amigos!

    ..........................................................................................

    ..........................................................................................

    ..........................................................................................

    ..........................................................................................

    ..........................................................................................

    ..........................................................................................

    ..........................................................................................

    ..........................................................................................

    ..........................................................................................

    .
    Cupom de 35% OFF na Pós-Graduação Intensiva (Código: QUERO35)