5 Dicas Para Você Decidir Em Qual Área Do Direito Atuar



Você estudou muito e finalmente entrou no tão desejado curso de Direito, e foi uma felicidade só! Mas agora, quando para pra pensar no seu futuro e na sua carreira, seja no início, no meio ou no final do seu bacharelado, um pequeno desespero bate, pois você pensa que ainda não se decidiu entre as diversas opções que o Direito te oferece para exercer após formado.
Entrar no curso sem ter uma área para a qual você irá após completar seu bacharel, já definida na sua mente não é algo ruim e nem anormal. Pelo contrário: a maioria dos estudantes que entram no curso de Direito chegam sem nenhuma ideia na mente, além de saber que tem afinidade com o curso, ou pretender seguir para uma área mas no meio do caminho acabam conhecendo outras que gostam mais. Mas terminá-lo da mesma forma pode ser um pouco preocupante, já que você estará sem rumo. Por isso, vamos te ajudar com algumas dicas para você escolher qual área do Direito seguir e ser bem sucedido na sua escolha:

#1. Pesquise sobre as diversas áreas do Direito na internet, como no famoso e santo Google, que sempre te dá a resposta que você precisa ou em livros do curso e entenda o que cada área abrange.


#2. Converse com professores, veteranos que já estagiam em escritório de advocacia e advogados já formados. Pergunte sobre o dia a dia da área, os conhecimentos necessários e quais são os advogados referências para que você possa pesquisar mais sobre eles, suas bibliografias e se as grandes realizações dele são o que você deseja para o seu futuro.


#3. Procure saber como cada uma das carreiras funciona e quais são as condições de trabalho dela. No caso de entrar para a advocacia privada, você saberá que deverá trabalhar ou abrir um escritório de advocacia, pense se isso combina com você.


#4. Corra atrás da sua carreira-objetivo: se você definiu qual área mais combina com você e que pretende seguir, não desista no meio do caminho. Os obstáculos podem ser muitos, você pode não conseguir de primeira, de segunda ou de terceira, mas com muita dedicação, confiança e estudo, você chega lá e não se arrependerá nenhum segundo de todo o esforço e de não ter deixado seu sonho para trás.


#5. Não se preocupe se no meio do caminho do curso ou até de algum emprego você mudar de opinião e resolver ir atrás de outra área. Nunca se restrinja também a só uma opção. Se um dia você trabalhar com advocacia privada, nada te impede de prestar um concurso público e trabalhar para o governo, saindo de seu escritório de advocacia, ou começar sua carreira como escrivão, promotor ou juíz.




Por fim, se dedique àquilo que você gosta de fazer. Durante o curso, não deixe de estudar, pois não conhecer leis e conceitos do Direito pode comprometer a sua qualidade como profissional no mercado de trabalho. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente e Compartilhe com seus amigos!

.

...................................................................

.