7 Benefícios e 7 Riscos De Ser Bem Sucedido



por Flávio Augusto do Geração de Valor


Segundo a Revista Forbes, o Brasil tem apenas 20 bilionários com menos de 50 anos de idade. Desses, somente 4 começaram do zero, sendo a maioria composta por herdeiros. (fonte: UOL)

Isso significa, como sempre faço questão de mencionar, que realmente não é fácil chegar lá saindo do zero, como não é no mundo inteiro. Porém, a boa notícia é que esta esta
tística também prova que é possível. Sim, é possível.

O que essas 4 pessoas têm em comum?

Todos são empreendedores que um dia assumiram riscos, contrariando o fluxo, para trabalharem duro e transformarem os seus sonhos numa realidade palpável aos realistas que antes duvidavam de seus projetos.

Considerando que para ser feliz e realizado, além de outras coisas, é preciso muito menos do que isso, as possibilidades de você empreender em algo que você se apaixone, estando muito preparado para isso, trabalhando duro e com paixão, as suas chances serão ainda maiores.

No que ser bem sucedido em seu próprio negócio pode colaborar com o seu projeto de vida?

1. Liberdade de viajar fora da alta temporada, para onde você quiser e quantas vezes quiser, pagando menos e com mais qualidade;

2. Acesso às melhores instituições de ensino no Brasil e no exterior;

3. Maiores cuidados com a saúde e tratamentos médicos;

4. Possibilidade de ajudar a família;

5. Acesso ao consumo sem a preocupação com o pagamento de juros às instituições financeiras;

6. Possibilidade de comprar roupas e eletrônicos no exterior pagando até 3 vezes menos;

7. Chance de trabalhar naquilo que você realmente gosta, sem que seja necessário trabalhar pela sobrevivência, fazendo com que a produtividade seja ainda maior.

RISCOS DO SUCESSO

1. Perder a identidade;

2. Deixar a vaidade subir a cabeça;

3. Tornar-se fútil;

4. Saber administrar os seus sucessores (filhos) para que esses como herdeiros sejam responsáveis e não se tornem playboys inconsequentes;

5. Não saber lidar com os interesseiros que se aproximam;

6. O desafio de cultivar valores mais simples;

7. Não perder a humanidade e a percepção da realidade do mundo, muito diferente da sua realidade.

Sabemos que há ricos que vivem com grande simplicidade de acordo com a sua realidade, enquanto há pobres que se endividam porque são vítimas de sua ostentação. Por outro lado, conheço muita gente simples bastante próspera e também conheço ricos miseráveis, infelizes e ainda mais endividados.

No fundo, o que é capaz de tornar alguém feliz em sua vida não se pode comprar. Agora, sabendo construir uma existência relevante, suas conquistas materiais poderão lhe ajudar a ter uma melhor qualidade de vida.

Flávio Augusto - Geração de Valor. Acesse a fanpage e acompanhe o Gearação de Valor aqui!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente e Compartilhe com seus amigos!

.

...................................................................

.